Somos roubados, não nos importamos e ainda agradecemos…

Artigo-BTOB-1024
2

Hoje trago um tema que ninguém fala, mas que todos compactuamos e como quem não quer a coisa olhamos para o lado para não nos sentirmos mal…

Uns por ingenuidade, outros por passividade mas todos nós sofremos com isso!

Os casos mais flagrantes são na restauração e pior nos locais de turismo, quem já não foi a restaurante e quando pede a conta a pergunta automática é “Quer contribuinte?” pronto já esta já tudo estragado.

Na imagem que coloco é um exemplo de como somos roubados…

Começa por toda esta “treta” de licenciamento de softwares, que permitem emitir documentos não legais, por exemplo uma das grandes empresas, como esta referida nesse documento (mas são todas assim) permite ao comerciante emitir um documento sem designação, o tradicional Ticket. Mas afinal para que serve isso?

Para nada, tem exactamente a mesma legalidade de um papel escrito à mão com o valor a pagar ou seja NENHUMA!

Apesar de na lei do IVA esse documento não ter qualquer valor, uma das normas de licenciamento é ser obrigatório respeitar o código do IVA, aposto que eles justificam isso com alguma desculpa, no entanto isso é roubar a duas entidades diferentes, primeiro ao consumidor e segundo ao estado!

Ou seja, é muito simples, veja que o valor total vem com IVA incluído, neste caso especifico o valor em questão é de 3.96€ ou seja 13% do valor total que é 30.5€.

Primeiro o consumidor é roubado visto que o comerciante não vai entregar o IVA (porque se trata de um documento inválido), o consumidor também não o deveria pagar.

No entanto isso seria incorrer numa ilegalidade comprovada, então o melhor é cobrar ao consumidor e não entregar ao estado, até porque o consumidor parece não se importar e assim, resolve-se um problema criando outro.

Mas e então ninguém faz nada?

Não, e aqui vem mais uma data de desculpas, a mais ouvida é “mas para que dar mais dinheiro ao estado são todos uns corruptos” no entanto se pararmos para pensar, no momento em que compactuamos com este tipo de coisa, perdemos a legitimidade de criticar visto que nós estamos a compactuar com a mesma coisa. Também se ouve “são valores insignificantes”, é verdade mas some tudo multiplique por milhares de consumidores e vai perceber que afinal eles até nem roubam muito!

Bem este artigo é de opinião mas ao mesmo tempo de alerta, pois por muito mal que estejamos, por muito mal que digamos do nosso País é o que temos. E neste caso o que temos como retorno é o reflexo das nossas ações.

E qual seria a solução?

Bem eu só vejo uma, pedir sempre uma fatura com o nº de contribuinte.

E isso vai ajudar a resolver o problema?

Não, mas pelo menos eu fico com a sensação de contribuir e de cumprir com as minhas obrigações na sociedade que escolhi viver.

Este é um artigo de opinião e claro toda a gente têm a sua opinião, desafio qualquer leitor a partilhar a sua.

Escolha o seu Reação!
5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Feedbacks em Linha
Ver todos os comentários
Cláudia Carvalho
1 mês atrás

Bastante interessante

2
0
Adorariamos saber os seus pensamentos, por favor comente.x